Elas passam boa parte do tempo escondidas sob roupas e “protegidas”.

Protegidas? Não se você não tomar cuidados básicos com esta região delicada da pele. Evite irritações, vermelhidão, manchas e outros tipos de desconforto com estas dicas básicas da dermatologista Geane Argolo:

Mantenha a região limpa: as axilas são uma das áreas do corpo que mais transpiram. Por isso, é fundamental mantê-las sempre limpas e secas. Não aplique o desodorante sem antes lavar a área com água e sabão. Caso contrário, você pode facilitar a proliferação de bactérias, contribuindo para a persistência do odor no local.

Escolha bem o desodorante: leia o rótulo com atenção e dê preferência a produtos sem álcool e parabeno na fórmula, pois essas substâncias podem agredir as axilas, deixando-as mais vulneráveis a dermatites irritativas. Peles mais sensíveis e ressecadas pedem desodorantes hidratantes, por isso as versões em roll-on e creme costumam ser as mais indicadas. O desodorante aerossol, por sua vez, é uma boa opção para quem tem pele normal e mais resistente.

Cuidado com a depilação: passar a lâmina com muita frequência nas axilas pode causar irritação da pele e pêlos encravados. Caso note esses desconfortos, opte pelo creme depilatório ou depilação a laser (para resultado satisfatório nesse último caso, são necessárias de seis a dez sessões). No caso de creme, escolha os específicos para as axilas, e que contenham hidratante. Se a escolha for pela cera, evite a exposição solar nos primeiros dias após a depilação. Se a técnica for a cera quente, a temperatura deve ser adequada, para evitar queimaduras. Lembrando que a cera depilatória também pode retirar a camada de proteção da pele, deixando-a mais exposta e vulnerável.

Invista na hidratação: por ser uma região sensível, é preciso manter a pele das axilas sempre hidratada. Para isso, quando passar creme hidratante no corpo, espalhe também nas axilas, massageando a região. Tome cuidado para que estejam bem secas antes da aplicação. Opte pelos cremes, deixando de lado os óleos hidratantes, que podem provocar oleosidade excessiva e obstruir os poros, originando processo inflamatório nos folículos pilosos.

Faça esfoliação: esfoliar ajuda a remover as impurezas, as células mortas da região e resíduos de desodorante. Você pode usar uma bucha vegetal durante o banho. Mas não exagere. Faça apenas uma vez por semana, ou poderá sensibilizar a pele.

Staying fresh.